Base da PM na Agronômica, em Florianópolis, é atingida por tiros Polícia Militar / Divulgação/Divulgação

Foto: Polícia Militar / Divulgação / Divulgação

A base da Polícia Militar localizada no bairro Agronômica, em Florianópolis, foi atingida por tiros na noite desta segunda-feira. De acordo com informações da própria Polícia Militar, a ocorrência foi registrada por volta das 21h. Conforme o relato preliminar da PM, os suspeitos estavam em uma moto quando passaram em frente ao local, voltado a atividades de videomonitoramento, e fizeram os disparos. Até as 22h, a ocorrência ainda estava em andamento, mas a polícia adiantou que nenhum policial ficou ferido durante a ação criminosa — os vidros da base são blindados. 

Peritos do Instituto Geral de Perícias (IGP) estiveram no local ainda durante a noite para analisar vestígios da ação. Pelo menos oito cápsulas das munições disparadas foram encontradas no local. Os tiros atingiram uma vidraça da frente e uma vidraça lateral da base, que estilhaçaram, mas não foram perfuradas. Disparos também acertaram uma parte de concreto da instalação, além de uma placa de metal em referência à revitalização da base operacional. 

 Esta não é a primeira vez que a base é alvo de disparos. Em agosto de 2015, um ataque ainda mais violento foi registrado no local: na ocasião, bandidos dispararam pelo menos 27 vezes contra o posto, sem atingir nenhum policial. A suspeita era de que os tiros fossem de metralhadoras.

Também nesta segunda-feira à noite um tiroteio no bairro Monte Cristo, em Florianópolis, deixa dois homens feridos. A confusão começou após um ônibus ser assaltado, os ocupantes de um carro serem roubados e o veículo, em seguida, incendiado. Os policiais e criminosos entraram em confronto nas imediações do condomínio residencial Panorama. Os feridos, que estariam armados e trocando tiros com o Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar (PM), foram levados para o hospital Regional, em São José. 

Leia também:
PM é baleado em São José após perseguição de suspeitos de assalto


 Veja também
 
 Comente essa história