Ministro catarinense do STF, Teori Zavascki estava no avião que caiu em Paraty Carlos Humberto,STF/Divulgação

Ministro Teori Zavascki

Foto: Carlos Humberto,STF / Divulgação

O catarinense Teori Zavascki, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), estava no avião que caiu em Paraty (RJ) na tarde desta quinta-feira. A aeronave viajava de São Paulo (SP) para Angra dos Reis (RJ). A informação foi confirmada pelo filho do ministro, Francisco Zavascki, para a colunista do jornal Zero Hora, Rosane de Oliveira. Teori é catarinense de Faxinal dos Guedes, no Oeste de Santa Catarina.

Ele disse que o pai embarcou na aeronave do Hotel Emiliano que saiu de São Paulo e ia para Angra dos Reis com quatro pessoas a bordo. 

— Agora é rezar e torcer por um milagre — disse o filho do ministro.

Pelo Facebook, Francisco também se manifestou sobre isso e pede: "rezem por um milagre". Veja abaixo:

Foto: Reprodução


Relator da Lava-Jato

O ministro está em evidência nos últimos dois anos por ser o relator da Operação Lava-Jato no STF. Ele é o responsável por dar as principais decisões e encaminhamentos aos processos que envolvem os políticos envolvidos no esquema desvendado pela Polícia Federal (PF) e pelo Ministério Público Federal (MPF) desde 2014. Em 2017, Teori tem como principal missão homologar as delações premiadas dos executivos da Odebrecht.

A presidente do STF, ministra Carmen Lúcia, estava em Belo Horizonte e voltará para Brasília ainda durante esta tarde para acompanhar o caso. Segundo o repórter da RBS em Brasília, Guilherme Mazui, o STF, o Palácio do Planalto e a família do magistrado já foram informados.

Mãe do ministro morreu recentemente

A mãe do catarinense morreu em junho de 2016 em Faxinal dos Guedes. Dona Pia Fontana Zavascki, 101 anos, estava internada na Sociedade Hospitalar Beneficente São Cristóvão. O corpo foi velado na Câmara de Vereadores. O ministro Zavascki foi à cidade catarinense para acompanhar o funeral. O enterro foi no Cemitério Municipal.

 Veja também
 
 Comente essa história