Planta frigorífica no país não pode ser prejudicada por episódio pontual, afirma Temer Reprodução/Michel Temer Twitter

Foto: Reprodução / Michel Temer Twitter

O presidente da República, Michel Temer, afirmou, nesta segunda-feira, em seu discurso na cerimônia de posse do Conselho da Câmara Americana de Comércio (Amcham) em São Paulo, que não poderia deixar de falar da "questão da carne brasileira". Ele disse que a totalidade das plantas frigoríficas no Brasil, em número igual a 4.850, não pode ser prejudicada por episódios pontuais.

O peemedebista ressaltou que, do total de frigoríficos em funcionamento no Brasil, apenas três foram interditados e 19 serão investigados. 

— Serão investigados. Não quer dizer que foram julgados — disse Temer, lembrando que, no domingo, se reuniu com empresários e embaixadores de países importadores da carne brasileira e depois foram para uma churrascaria.

Leia mais
33 países ou blocos compraram nos últimos 60 dias de empresas da Carne Fraca
China e Coreia do Sul determinam suspensão parcial da importação de carnes
Governo exonera superintendentes do Ministério da Agricultura no PR e em GO

Temer ressaltou ainda que das 853 mil embarques de carnes para o exterior ao longo dos últimos seis meses, apenas 184 foram consideradas pelos importadores fora da conformidade, muitas vezes por causa de temas não sanitários, como rotulagem e preenchimento de certificados.

O presidente disse ter feito questão de tratar do assunto na posse do Conselho da Amcham porque os Estados Unidos são um grande comprador da carne brasileira.

Leia as últimas notícias de Economia

*Estadão Conteúdo

 Veja também
 
 Comente essa história