A distância da sede dos Bombeiros Militares até o Hotel Rech, onde três pessoas morreram em um incêndio na madrugada deste domingo, em Braço do Norte, é de apenas duas quadras. Plantonistas foram avisados por duas pessoas que perceberam o fogo no hotel e tocaram a campainha da corporação. Um dos plantonistas da noite era o sargento Clóvis Soares de Carvalho.

Imediatamente, diz o sargento, ele e outros dois plantonistas se mobilizaram com o caminhão de combate a incêndio. Instantes depois, a central de emergência foi acionada e solicitou reforço de uma segunda equipe na cidade de São Ludgero, que fica a nove quilômetros de distância.

Apesar da resposta rápida à ocorrência, o cenário já era de fogo e destruição quando o combate às chamas começou.

-A parte de baixo tinha bastante focos de incêndio e havia fumaça pela edificação inteira. O tempo de combate ao fogo demorou duas horas. Primeiro, precisamos abrir espaço para não colocar em risco outras vítimas e a nós mesmos - conta o sargento Clóvis.

A primeira vítima a ser retirada de dentro do hotel foi Yasmin Streger, de 13 anos. Conforme os socorristas, a garota já estava em estado crítico e apresentava parada cardiopulmonar. A segunda vítima, Cristina Miranda Schimitt, 59 anos, foi localizada em seguida, já sem os sinais vitais.O corpo de Alexandre Frontino, 32 anos, só foi encontrado pela manhã.

Foto: Alexandre Frazão / Stylus FM

- Nenhuma das vítimas teve queimaduras. Infelizmente, foram todas intoxicadas pela fumaça - diz o sargento.

As vítimas que sobreviveram, conforme os bombeiros, escaparam pulando por janelas da fachada do hotel, descendo pela marquise do estabelecimento. Bombeiros também posicionaram uma escada na frente para auxiliar a saída. Três caminhões de combate a incêndio foram acionados, além de uma ambulância do Samu e uma viatura da PM, que também socorreram as vítimas sobreviventes ao hospital.

O fogo teve origem no primeiro piso do prédio, onde funcionava uma lanchonete. Segundo o dono do estabelecimento informou aos bombeiros, a lanchonete fechou as portas por volta das 20h de sábado e não havia equipamentos ligados. Ainda não há informações sobre o que deu início às chamas.

Leia também:

Três pessoas morrem em incêndio no Hotel Rech, em Braço do Norte

 Veja também
 
 Comente essa história