Um caminhão atropelou várias pessoas e colidiu contra uma loja de departamentos no centro de Estocolmo, capital e maior cidade da Suécia, nesta sexta-feira. Ao menos quatro pessoas morreram e outras 15 ficaram feridas na ação:

— Quatro pessoas morreram e 15 ficaram feridas — declarou o porta-voz da polícia de Estocolmo, Lars Byström.

Relatos de testemunhas afirmam que o veículo se jogou em cima dos pedestres em uma importante rua comercial no centro da capital, a Drottningatan, e arrastou algumas delas até invadir uma loja da rede Åhléns City, pouco antes das 13h no horário local (10h de Brasília).

Depois der atropelas pedestres, caminhão invadiu uma loja Foto: Andreas Schyman

Leia as últimas notícias

A polícia sueca e o primeiro-ministro, Stefan Löfven, estão tratando o incidente como um possível ataque terrorista. Um alerta foi emitido para que os moradores evitem o centro de Estocolmo, já que houve relatos de tiros na região.

– A Suécia foi atacada. Tudo aponta para um ataque terrorista –, denunciou o primeiro-ministro, Stefan Lövfen.

— A hipótese com a qual trabalhamos é que é um atentado terrorista — confirmou o responsável da polícia, Stefan Hector.

Leia mais:
Morre turista romena que caiu de ponte durante atentado em Londres
Em meio a homenagens a vítimas de atentado, Rússia prende 8 suspeitos
Porta-voz do Estado Islâmico insulta Trump e convoca novos ataques

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, afirmou, por sua vez, que o ataque contra a Suécia era um ataque contra toda a União Europeia.

"Uma das cidades europeias mais vibrantes e coloridas parece ter sido atingida" por aqueles que buscam prejudicar "nossa própria forma de vida", indicou em um comunicado.

De acordo com um porta-voz da transportadora Spendrups, Rose-Marie Hertzman, o autor do suposto atentado havia roubado o caminhão aproveitando "uma entrega em um restaurante".

Forças de segurança continuam buscando o motorista do caminhão. Um homem foi detido durante a tarde em Märsta, na periferia norte de Estocolmo. Não foram fornecidos detalhes sobre sua identidade, mas sua aparência coincide com a do homem que apareceu nas imagens divulgadas pela polícia, captadas por uma câmera de segurança. 

O suspeito, relativamente jovem e com um capuz preto, foi gravado nas imediações do lugar do atentado.

Houve correria e pânico após o atropelamento. Veja no vídeo abaixo. 

Uma nuvem de fumaça cobria o céu no local do incidente, isolado pela polícia, segundo as imagens das redes de televisão. Veículos da polícia circulavam na cidade usando alto-falantes e pedindo às pessoas para ir direto para suas casas e evitar grandes aglomerações. Helicópteros eram ouvidos pairando no céu sobre o centro de Estocolmo, e um grande número de carros da polícia e ambulâncias foram enviados ao local, disseram testemunhas.

A polícia anunciou o fechamento de toda a rede de metrô, depois que o ataque ocorreu perto da estação T-Centralen, por onde passam todas as linhas de Estocolmo. Os incidentes lembram os ataques de Londres, Berlim e Nice, no sul da França, cujos autores lançaram seus veículos contra multidões. Todos foram reivindicados pelo Estado Islâmico. 


 DC Recomenda
 
 Comente essa história