Pastor suspeito de crime sexual contra adolescentes é preso em SC Polícia Civil/Divulgação

Foto: Polícia Civil / Divulgação

Um pastor foi preso na noite desta quinta-feira suspeito de aliciar e abusar sexualmente adolescentes em Campos Novos, no Meio-Oeste de Santa Catarina. Segundo a Polícia Civil, ele enviava mensagens no celular das vítimas dizendo que elas estavam enfeitiçadas. Para quebrar o feitiço era preciso que elas tivessem ao menos sete relações sexuais com um homem casado e de muita fé. 

Conforme o delegado Luis Eduardo Machado Córdova, responsável pelo caso, os crimes aconteceram em 2016. Na época, as menores aliciadas frequentavam a igreja em que o pastor era o líder. Em um dos casos, uma adolescente de 12 anos recebeu uma mensagem no celular e foi procurar o pregador para orientação. Foi nesse momento, segundo polícia, que o primeiro abuso ocorreu. 

Nas investigações, foi descoberto um outro caso em que o pastor teria se passado por um antigo colega de escola de outras duas garotas, de 15 e 16 anos. As mensagens interceptadas nas investigações mostram que o homem alegava que ninguém poderia saber da forma como o feitiço deveria ser quebrado, caso contrário as adolescentes poderiam até morrer. Há trechos em que o pastor chegou a falar que havia sonhado que os abusos iriam ocorrer. Segundo ele, as ordens vinham de Deus. 

O inquérito também foi enviado como denúncia ao Ministério Público de Santa Catarina. Após a prisão, o homem foi encaminhado ao presídio de Campos Novos, onde ficará à disposição da Justiça.

Leia também:

Brasileiro defensor dos direitos humanos é suspeito de estupro nos EUA

 DC Recomenda
 
 Comente essa história