STF divulga conteúdo das delações da JBS; acompanhe EVARISTO SA/AFP

Foto: EVARISTO SA / AFP

O conteúdo das delações premiadas dos donos da JBS foi liberado nesta sexta-feira (19) pelo Supremo Tribunal Federal (STF). A documentação foi homologada e teve o sigilo retirado pelo ministro Luiz Edson Fachin, relator da Lava-Jato na Corte, na quinta-feira (18).

Um dos pontos principais revelados foi a gravação de Joesley Batista com o presidente Michel Temer no Palácio do Jaburu. Na conversa, Temer indica o deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) para receber R$ 500 mil como propina para resolver um assunto do interesse da JBS. 

Acompanhe a cobertura ao vivo:

Leia mais:
Para Janot, áudio mostra que Temer deu anuência para propina a Cunha
ÁUDIO: ouça a íntegra da gravação do diálogo de Temer e dono da JBS
Apesar de negativa de Temer, cresce a pressão por renúncia

Em pronunciamento, nesta quinta, o presidente enfatizou que não deixará o Palácio do Planalto. No Congresso, cresce o movimento em favor do impeachment. Até agora, sete pedidos protocolados na Câmara. 

Além disso, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) foram afastados dos mandatos por determinação do STF a pedido da Procuradoria-Geral da República. Na quinta-feira, eles foram alvo de operação da PF e do MPF.

 DC Recomenda
 
 Comente essa história