Mercado reduz projeções para a inflação em 2017 e 2018 Ronald Mendes/Agencia RBS

Foto: Ronald Mendes / Agencia RBS

Economistas e instituições consultados pelo relatório Focus voltaram a reduzir as projeções para a inflação em 2017 e 2018. Conforme os números divulgados nesta segunda-feira (19) pelo Banco Central (BC), a expectativa é de que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) encerre este ano em 3,64% contra 3,71% do cenário anterior.

Para o próximo ano, a projeção é de que a inflação chegue a 4,33%. Na semana passada, o IPCA era estimado em 4,37% para o fim de 2018. 

Leia mais
Prévia do PIB tem alta de 0,28% em abril, diz Banco Central
Embarque de carne suína cai 24,9% em maio
Correios projetam prejuízo de R$ 1,3 bilhão para 2017

Enquanto diminuiu as previsões para a inflação, o mercado voltou a piorar a expectativa em relação à atividade econômica do Brasil. Agora, a projeção é de que o Produto Interno Bruto (PIB) cresça 0,4% em 2017 — há uma semana, a estimativa era de crescimento de 0,41%.

O mercado também cortou de 2,3% para 2,2% a projeção de crescimento da economia brasileira em 2018. 

Selic

As projeções para a taxa básica de juro foram mantidas em 8,5% ao ano (a.a.) em 2017 e 2018. É a mesma previsão apresentada há quatro semanas pelo mercado.

Dólar

O mercado manteve a estimativa de R$ 3,30 para a cotação do dólar em 2017. É a mesma projeção apresentada nas últimas duas semanas. 

Para 2018, a moeda norte-americana tem cotação prevista em R$ 3,40. Também é o mesmo valor projetado nas duas semanas anteriores pelo relatório Focus.

Leia mais notícias de Economia

 DC Recomenda
 
 Comente essa história