A Polícia Militar prendeu em Balneário Camboriú um homem com mandado de prisão preventiva emitido pela Justiça do Rio de Janeiro, suspeito de integrar um grupo que prometia fama a jovens do interior e os mantinha em situação análoga à escravidão. Antônio José de Barros Savino, 46 anos, foi detido na Rua Romeu Pereira, no Bairro Pioneiros.

Em novembro do ano passado a polícia do Rio fez uma operação para prender os suspeitos de integrar o esquema, mas eles não foram localizados e estavam foragidos desde então.

Segundo reportagem da TV Globo, exibida na época, o primeiro contato com os jovens era feito através da internet. Com a promessa de construir carreira artística e ficarem famosos, eles eram convencidos a se mudarem para um alojamento no Rio de Janeiro. Lá, tinham os documentos e os cartões de banco retidos.

Os suspeitos chegaram a fazer empréstimo de R$ 30 mil usando os documentos de um jovem. Além disso, segundo a polícia, também os assediavam sexualmente.Os crimes investigados incluem violência sexual mediante fraude, extorsão, estelionato e frustração de direito trabalhista. A polícia não informou sobre a defesa do suspeito preso. 

 Veja também
 
 Comente essa história