Temer e Carmem Lúcia se encontram "por acaso" em base aérea, dizem assessorias Carlos Humberto/SCO/STF

Michel Temer participou da posse da ministra Cármen Lúcia como presidente do STF, em outubro de 2016

Foto: Carlos Humberto / SCO/STF

O presidente Michel Temer e a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, se encontraram, "por acaso" de acordo com suas respectivas assessorias, na Base Aérea de Brasília. Temer ia embarcar para Moscou e Cármen Lúcia regressava do Rio de Janeiro. A conversa não durou mais do que cinco minutos e foi considerada "institucional".

Os dois, que sempre tiveram uma relação cordial, haviam se falado pela última vez em 9 de junho, quando o presidente Temer ligou para Cármen Lúcia para negar que a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) tenha "bisbilhotado" o ministro do STF, Edson Fachin, relator da Operação Lava-Jato, conforme divulgado pela revista Veja. 

O episódio elevou o clima de tensão entre os poderes Executivo e Judiciário e levou Cármn Lúcia a distribuir uma dura nota. Mas, dois dias depois, Cármem Lúcia encerrou a polêmica dizendo que não há o que questionar em relação à palavra do presidente Temer.

Leia mais notícias de Política

 Veja também
 
 Comente essa história