Vítima de acidente na Via Expressa era agente da Deic de Florianópolis Harold Ayres/Arquivo Pessoal

Acidente na Via Expressa deixou dois mortos nesta madrugada 

Foto: Harold Ayres / Arquivo Pessoal

Uma das vítimas do acidente desta madrugada na Via Expressa, em Florianópolis, já foi identificada. De acordo com a polícia, Fabrício Strobel, 35 anos, trabalhava na Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic) da Capital. O Policial Civil, que já atuou em diversos casos de sequestro na cidade, morreu nesta quarta-feira após um veículo, que vinha no sentido contrário da BR-282, bater de frente ao carro da corporação em que Fabrício dirigia. 

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente aconteceu no km 2 da rodovia, por volta a 1h20min. Além de Fabrício, o motorista do outro veículo, um homem de 25 anos, também morreu no local. Os motoristas dos dois carros estavam sozinhos. Por meio das redes sociais, o delegado da Polícia Civil e Diretor da Deic em Florianópolis, Adriano Bini, lamentou a morte do colega:

— A Polícia Civil perde um grande integrante e com brilhante carreira. A Dras/Deic perde um irmão. Consternados, ainda não acreditamos que com toda a coragem que o Fabrício teve e os riscos que submeteu-se juntamente com suas companheiros(as), tenha nos deixado de forma tão estúpida. Fabrício deixa a esposa Mariana, também Agente de Polícia e integrante da Deic. 

O velório do policial está marcado para será realizado no Crematório Catarinense, em Palhoça, na Grande Florianópolis, a partir das 16h A cerimônia de cremação está marcada para 21h.

Leia mais notícias:
Acidente na Via Expressa deixa dois motoristas mortos nesta madrugada

 DC Recomenda
 
 Comente essa história