AO VIVO: depoimento de Lula a Moro acaba após pouco mais de duas horas Reprodução/JFPR

Foto: Reprodução / JFPR

 O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ficou cerca de duas horas e meia em audiência com o juiz federal Sergio Moro, na tarde desta quarta-feira (13), em Curitiba. O petista não respondeu a perguntas em depoimento ao magistrado. Lula chegou ao prédio da Justiça Federal na capital paranaense pouco antes das 14h. É o segundo depoimento em que Lula ficou frente a frente com Moro. Desta vez, o ex-presidente teve de explicar doação feita pela Odebrecht. 

Conforme denúncia do Ministério Público Federal (MPF), o petista recebeu propina da empreiteira para compra de um terreno destinado a abrigar a sede do Instituto Lula em São Paulo e de um apartamento vizinho ao que o petista reside em São Bernardo do Campo (SP). Em troca, a Odebrecht teria sido beneficiada em contratos com a Petrobras.

Leia mais:
Sobre o que Lula deve falar no segundo depoimento a Moro
Veja quais são as cinco acusações que pesam contra Lula 

AO VIVO, acompanhe a movimentação:

 

Lula chegou a Curitiba na noite de terça-feira (12) de carro de passeio. Segundo o ex-ministro Gilberto Carvalho, Lula chegou "bem" e está hospedado na casa de um amigo. Em nota, a Polícia Rodoviária Federal (PRF-PR) disse que o ex-presidente "dispensou a escolta policial oferecida". 

Auxiliares do petista divergem sobre o motivo pelo qual o ex-presidente descartou a viagem de avião — alguns dizem que foi devido ao alto custo de aluguel de um jato particular, outros que foi por comodidade, para não ter de fixar horário e não chamar tanto a atenção.

O depoimento, desta vez, faz parte da ação penal na qual Lula é acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro supostamente por ter recebido recursos da Odebrecht para a compra de um terreno destinado a abrigar a sede do Instituto Lula em São Paulo e de um apartamento vizinho ao do petista em São Bernardo do Campo, no ABC paulista.

Quando esteve diante de Moro em Curitiba pela primeira vez, em maio passado, o ex-presidente prestou depoimento no caso do triplex do Guarujá. Posteriormente, o petista foi condenado naquela ação a 9 anos e 6 meses de prisão.

 Veja também
 
 Comente essa história