O Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês) decidiu nesta quinta-feira manter sua taxa básica de juros na mínima histórica de 0,25%, bem como o volume do programa de compras de bônus soberanos em 435 bilhões de libras, conforme previam analistas, mas sinalizou a possibilidade de aumento de juros mais adiante.

Segundo ata da reunião do banco central inglês, a decisão foi tomada por sete votos a favor e dois contrários. Os dissidentes do BoE defenderam a elevação da taxa de juros.

Apesar de manter sua política inalterada, o BoE declarou que a maioria de seus dirigentes considera apropriado retirar estímulos monetários nos próximos meses, de forma a trazer a taxa anual de inflação de volta para a meta oficial de 2%. O BC inglês não eleva juros há quase uma década.

Na avaliação do BoE, a ociosidade na economia do Reino Unido está sendo absorvida mais rapidamente do que se esperava e as taxas de juros precisam subir com mais velocidade do que os mercados preveem atualmente.

O BoE projetou ainda que a inflação britânica deverá ultrapassar 3% em outubro e permanecer acima da meta de 2% nos próximos três anos. Fonte: Dow Jones Newswires.

 Veja também
 
 Comente essa história