"Chororô, esperneio e desespero de quem se vê acuado pelos fatos", diz defesa de Palocci sobre Lula Wilson Pedrosa/AGENCIA ESTADO

Foto: Wilson Pedrosa / AGENCIA ESTADO

Advogado de Antônio Palocci, o criminalista Adriano Bretas respondeu, na manhã desta quinta-feira (14), às afirmações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a respeito de seu cliente. Em depoimento a Sergio Moro, Lula disse ontem que o ex-ministro da Fazenda e ex-ministro chefe da Casa Civil é "frio e calculista" e que "falou o que o Ministério Público queria ouvir". À reportagem da Rádio Gaúcha, o advogado disse que os ataques são "chororô e o esperneio de quem, desesperado, se vê acuado pelos fatos". 

Bretas também confirmou que o acordo de colaboração premiada deve ser finalizado em breve: 

 —  As tratativas estão em franco andamento  — diz Bretas.

O advogado afirma que o conteúdo da possível delação é consistente: 

 —  Existem provas, sim, e os documentos estão sendo apresentados.

Adriano Bretas disse que não falou com o seu cliente após o depoimento de Lula e que iria encontrar Antônio Palocci ainda nesta quinta-feira.

 Veja também
 
 Comente essa história