Pelo menos sete ataques são registrados na última noite em SC Divulgação / Divulgação/Divulgação

Foto: Divulgação / Divulgação / Divulgação

Pelo menos sete ataques foram registrados nas últimas horas, entre a noite de terça-feira (05) e a madrugada desta quarta-feira (6), em Santa Catarina. De acordo com levantamento do DC, já foram 52 ocorrências em uma semana, em 19 municípios catarinenses. As investidas contra agentes do Estado e repartições públicas têm sido atribuídas à ordens de facções criminosas. 

A ocorrência mais recente foi contra uma base da Polícia Militar, em Palhoça. Por volta de 5h30min, a unidade que fica na Ponte do Imaruim, foi atingida por pelo menos quatro disparos. Os tiros foram disparados nos fundos da base. Nenhum policial foi atingido. 


A casa de um policial militar foi alvo de tiros no início da madrugada, na Praia dos Ingleses, em Florianópolis. O ataque ocorreu por volta de 00h05. Ninguém ficou ferido.

Em Laguna, um caminhão de lixo que estava estacionado em via pública foi incendiado. Um coquetel molotov também foi arremessado contra a casa de um PM. O fogo foi controlado e ninguém se feriu. O horário das ocorrências ainda não foi confirmado. 

Em Tubarão, um carro de um ex-agente prisional foi incendiado. O horário da ocorrência também não foi confirmado.

Em Imaruí, no Sul do Estado, quatro carros foram incendiados em uma garagem da prefeitura. O crime ocorreu por volta de 23h30min. Um suspeito de participar do ataque foi preso. 

Em Balneário Camboriú, a Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (DPCAMI) foi alvo de pelo menos seis disparos. A ocorrência foi registrada por volta de 21h. Ninguém se feriu. 

Leia mais

Delegacia em Balneário Camboriú é alvo de disparos de arma de fogo


Atribuição de ataques em SC a organização criminosa de SP ainda é frágil


 

 Veja também
 
 Comente essa história