A Arsesp divulgou a nota técnica final da 2ª revisão tarifária ordinária da Sabesp pela qual autoriza aplicar o índice de reposicionamento tarifário de 7,8888% em relação às tarifas vigentes.

Também foi publicado o relatório circunstanciado, com as análises e esclarecimentos da Arsesp a todas as contribuições recebidas no âmbito da Consulta Pública 01/2017.

A deliberação com as novas tabelas tarifárias será publicada no Diário Oficial do Estado de São Paulo dia 10 de outubro de 2017 e passará a vigorar após 30 dias.

Dentro da nota técnica, a agência reguladora explica que após analisar as contribuições recebidas na consulta pública, reconhece que houve significativa

mudança no perfil de consumo decorrente da crise hídrica, e decidiu considerar no cálculo do IRT já nesta etapa inicial o preço médio efetivamente obtido, calculado a partir dos histogramas de consumo e correspondentes valores faturados do período de julho/2016 a junho/2017. A tarifa média atual obtida por meio dos histogramas de consumo é de R$ 3,37255. Sendo assim, o IRT resultante, a ser aplicado linearmente sobre todos as categorias de usuários e grupos de tarifas é de 7,8888%, explica a Arsesp no documento. A tarifa média máxima final será anunciada até abril de 2018.

(Luana Pavani - Luana.pavani@Estadao.com)

 Veja também
 
 Comente essa história