Luiz Carlos Cancellier é sepultado em Florianópolis Leo Munhoz/Diário Catarinense

Foto: Leo Munhoz / Diário Catarinense

Amigos, familiares, estudantes e autoridades estiveram reunidos na cerimônia de sepultamento do ex-reitor da UFSC, Luiz Carlos Cancellier, na tarde desta terça-feira, em Florianópolis. A última despedida ao professor ocorreu no cemitério Jardim da Paz. Além de cânticos e manifestações religiosas, o momento também foi marcado por discursos e homenagens de pessoas que conviveram com Cancellier. 

Em um dos momentos da cerimônia, a frase "Cancellier presente" foi repetida em coro por praticamente todos na celebração. Uma faixa de protesto foi estendida entre árvores do cemitério, numa referência crítica à investigação da Polícia Federal que envolvia o nome do ex-reitor.

Presente no sepultamento, o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, lembrou que mantinha uma relação com Cancellier ainda antes de chegar à prefeitura e de Cancellier assumir a reitoria.

— Ele era plural, democrático, uma pessoa de caráter. Deixa um sentimento de perda e um vazio em toda a sociedade de Santa Catarina. Nós já tínhamos estabelecido uma proximidade muito grande com o meio acadêmico. E ele foi um interlocutor disso. Representava toda uma maneira de pensar: plural, democrática, que é a característica da universidade — destacou. 

Leia também:

Críticas à ação policial que prendeu Cancellier dominam sessão fúnebre na UFSC 

Saiba como identificar sinais de alerta e ajudar na prevenção do suicídio 

Reitor da UFSC comete suicídio em shopping de Florianópolis

Reitor Luiz Carlos Cancellier nega obstrução na UFSC e diz sentir-se um exilado

"Pressões começaram logo após a minha posse", diz corregedor que investiga desvio de bolsas na UFSC

Corregedoria da UFSC pediu afastamento de reitor dois meses antes de operação da PF

Mesmo sem repasse, UFSC mantém aulas em cursos de ensino a distância

Reitor da UFSC é preso em operação da PF que investiga desvio de recursos


 Veja também
 
 Comente essa história