O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou na quinta-feira, 12, em Washington, que acredita que o Congresso votará a reforma da Previdência ainda neste ano. Segundo ele, a aprovação será positiva "porque aumenta o nível de confiança, a força e estabilidade dos índices econômicos do País e o volume de investimentos".

Ele ressaltou que o potencial de crescimento do Brasil hoje é de 2,3%, mas pode chegar a 4% com avanço de reformas estruturais num horizonte de 3 a 4 anos.

"É uma questão de bom senso para o País aprovar agora a reforma da Previdência", disse o ministro, que participou de um evento do Instituto de Finança Internacional. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

 Veja também
 
 Comente essa história