Obra de contenção na SC-406 é adiada para segunda-feira Cristiano Estrela / Diario Catarinense/Diario Catarinense

Morro das Pedras, na manhã desta sexta-feira

Foto: Cristiano Estrela / Diario Catarinense / Diario Catarinense

A obra de enrocamento de pedras que deve ajudar a conter o avanço do mar e minimizar os impactos provocados pela ressaca do mar na SC-406, no Morro das Pedras, foi adiada para segunda-feira (16). A previsão do Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra), era que a obra tivesse dado início nesta sexta-feira (13). 

 Segundo o diretor de manutenção e operações do departamento, Delbi Joel Canarin, em função do feriado, a empresa Vogelsanger, que foi contratada para fazer o serviço, não conseguiu concluir o procedimento burocrático para dar início às operações. 

- O contrato ficou pronto na quarta-feira à tarde e a empresa ficou de depositar um calção (valor de garantia para conclusão da obra) e apresentar alguns documentos da parte jurídica. A ordem de serviço já foi expedida. Conversei com eles (empresa) e garantiram que segunda estarão trabalhando — explicou.  

Canarin explicou que houve dispensa de licitação no caso desta obra em função da emergência. Pelo menos três empresas apresentaram orçamento. A Vogelsanger teria apresentado o menor valor. 

— O anteprojeto foi esse emergencial. Depois, temos que fazer um estudo mais apurado por causa da Lagoa do Peri. 

Uma das preocupações dos moradores e ambientalistas é quanto a  possibilidade de salinização da Lagoa do Peri, maior corpo de água doce da Ilha de Santa Catarina, que é responsável pelo abastecimento de água do Sul da Ilha.  Além disso, a SC-406, que passa pela região, é o único acesso para parte do Sul da Ilha. Outra preocupação é com uma adutora da Companhia Catarinense Águas e Saneamento (Casan) que passa por baixo da rodovia. 

A previsão de conclusão da obra é de 30 dias, podendo ser prorrogada em função do tempo. 

Leia mais

Semana termina com nebulosidade e tempo instável no Estado

Prefeitura da Capital começa a discutir o orçamento impositivo

Na 3ª etapa, vão central da Ponte Hercílio Luz é elevado em mais 10,9 cm


 Veja também
 
 Comente essa história