Um homem atropelou pedestres "deliberadamente" nesta sexta-feira (10), em Blagnac, perto de Toulouse, no sudoeste da França, ferindo três estudantes chineses - informou uma fonte policial, acrescentando que dois se encontram em estado grave.

"Nos avisaram às 15h45 (12h45, horário de Brasília) que um homem lançou seu carro deliberadamente contra três pessoas", declarou o procurador da República local, Pierre-Yves Couilleau.

O indivíduo, de 28 anos, que não tem ficha na Polícia por radicalização islâmica, foi preso no local do atropelamento, segundo a mesma fonte.

O motorista tem graves antecedentes psiquiátricos e, por isso, foi hospitalizado em dezembro de 2016, indicou a procuradora adjunta.

Couilleau esclareceu que o atropelamento não responde a nenhuma intenção terrorista. A Polícia Judicial investigará o caso por "tentativa de homicídio".

O rapaz atropelou três estudantes chineses que cruzavam uma faixa de pedestres em um campus que reúne vários institutos de Ensino Médio em Blagnac, uma cidade nos arredores de Toulouse.

Uma jovem de 23 foi a mais gravemente ferida, enquanto um rapaz, de 22, e outra mulher, de 23, sofreram ferimentos leves, completou a fonte policial.

Nenhuma das vítimas corre risco de vida.

O procurador da República viajou para o local do incidente.

O indivíduo levou um mês planejando o ato, afirmou o procurador, em entrevista ao canal francês de noticias BFM-TV.

Em um tuíte postado nesta sexta à noite, o ministro francês do Interior, Gérard Collomb, celebrou "a capacidade de reação" da Polícia francesa, que prendeu o motorista.

* AFP

 Veja também
 
 Comente essa história