Um dia após a polícia encontrar o corpo de uma mulher morta dentro de um saco de lixo na praia do Matadeiro, no sul da Ilha, em Florianópolis, o Instituto Geral de Perícias (IGP) identificou a vítima como sendo Mayara Correia dos Santos, de 25 anos, natural de Ponta Grossa, no Paraná.  

O corpo de Mayara, identificado através de um sistema de digitais, permanece no Instituto Médico Legal (IML) à espera de familiares que possam retirá-lo do local. A jovem apresentava sinais de violência e seu corpo estava em avançado estado de decomposição. Responsável pela investigação, a Delegacia de Homicídios da Capital ainda não tem suspeitos nem pistas da motivação do crime. 

Leia também:
Dois homicídios são registrados em Palhoça nesta segunda-feira à noite

 Veja também
 
 Comente essa história