Temporal deixa cerca de 18,3 mil unidades sem luz na Grande Florianópolis Leo Munhoz/Diário Catarinense

Foto: Leo Munhoz / Diário Catarinense

Pelo menos 18,3 mil unidades consumidoras ficaram sem luz na região da Grande Florianópolis após o temporal desta quinta-feira. Conforme o chefe da Divisão Técnica da Celesc, Adriano Luz, os principais problemas aconteceram na Avenida Beira-Mar Norte, onde uma lona levada pelo forte vento caiu sobre os cabos de energia, deixando a região sem luz no início da noite. No Ribeirão da Ilha, um poste caiu, e no Ingleses, um alimentador foi danificado. 

Ainda de acordo com Adriano, o problema foi solucionado na Beira-Mar, porém nos outros dois bairros as equipes ainda estavam fazendo reparos até as 21h40min. A previsão é de que a energia seja normalizada só durante a madrugada. Por volta das 22h55min, ainda haviam 8,3 mil unidades sem luz na região.

No site da Celesc, onde é possível acessar em tempo real o número de unidades sem energia no Estado, até as 21h40min desta quarta-feira os pontos com maior número de casas no escuro são no Ribeirão da Ilha, com cerca de 2,3 mil desligamentos, e na Cachoeira do Bom Jesus, onde 2,6 mil casas estão sem luz. 

Já em Palhoça, na Grande Florianópolis, cerca de 9,8 mil residências ficaram sem luz durante o temporal. Segundo Adriano, o problema na região também é causado por danos nos alimentadores. 

Leia também:

Temporal derruba teto de posto de combustíveis em Rio do Sul

 Veja também
 
 Comente essa história