Depois de trabalhar quase 48h horas com superlotação, a emergência do Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Tubarão, está com o atendimento normalizado. Na noite desta quarta-feira, a direção do hospital enviou novo comunicado à central estadual de leitos de Criciúma e à regulação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), informando que conseguiu adequar os atendimentos. 

No documento, o diretor técnico Cristiano Alexandre Ferreira afirma que graças ao esforço da toda a equipe, foi possível reorganizar os serviços e o atendimento da emergência foi plenamente normalizado. O comunicado informa que o Samu pode voltar a direcionar pacientes para a unidade de saúde.

Ferreira reforçou que a medida adotada, de suspender os encaminhamentos em virtude da superlotação, foi com o intuito de garantir a segurança dos pacientes e profissionais. Trabalhando acima do limite, havia risco de incidentes e agravos decorrentes de atrasos ou impossibilidade de atendimento.

No período em que ficou superlotada, a emergência atendeu mais de 570 pessoas, quando o máximo deveria ser 400 pacientes a passar pelo setor de plantão. O Nossa Senhora da Conceição é o maior em numero de leitos no Estado, com 396, e todos estão ocupados. 

Enquanto isso, os 25 médicos do Hospital de Caridade Senhor Bom Jesus dos Passos, de Laguna, seguem com a suspensão das cirurgias e procedimentos eletivos. O movimento iniciou na sexta-feira, dia 1º, para reivindicar o pagamento dos atendimentos realizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e convênios, que estão atrasados.

Leia mais: Hospitais de SC administrados por Organizações Sociais de Saúde são mais eficientes Dívida da Secretaria da Saúde de SC aumentou R$ 200 milhões em 2017 Saúde fará transição emergencial na gestão de hospitais em Araranguá e Florianópolis

 Veja também
 
 Comente essa história