Motorista que invadiu calçadão e atropelou seis pessoas morre no hospital Nilton Wolff/O Goleador

Foto: Nilton Wolff / O Goleador

O motorista Giovanni Oliveira Fornari, 41 anos, que no início da tarde desta sexta-feira atropelou ao menos seis pessoas no calçadão do centro de Lages, morreu por volta de 17h desta sexta-feira, no hospital Nossa Senhora dos Prazeres, na cidade serrana. 

A causa da morte ainda não foi confirmada. Ao fugir do local do crime após os atropelamentos e ser abordado pela Polícia Militar (PM), Fornari tentou atingir os policiais com uma faca, mas foi baleado na região do abdômen. 

Também no Hospital Nossa Senhora dos Prazeres estão as seis vítimas do atropelamento, entre elas um PM que foi atingido quando o motorista já havia deixado o calçadão e seguia em fuga na região central. O policial sofreu escoriações leves e está em observação na unidade. 

Os outros feridos são um homem e quatro mulheres. Uma delas, Janaína Antunes Correia, 33 anos, sofreu politraumatismo e está em estado grave. Os outros feridos, de acordo com nota divulgada pelo médico emergencista Roberto Freitas e Fábio Lage, superintendente do hospital, estão em estado estável.

As vítimas que foram socorridas e encaminhadas ao hospital em estado estável são Lara Bruna dos Santos, 29 anos, Vera Morais de Oliveira, 46 anos, Janaína Antunes Correia, 33 anos, Joel Alves de Souza (Polícia Militar) 48 anos, Lays da Silva eum homem chamado Marcos, cujo sobrenome ainda não foi informado pelo hospital Nossa Senhora dos Prazeres.

Ainda não há confirmação do que motivou a atitude de Giovanni Oliveira Fornari, que avançou com um Renault Sandero no Calçadão Túlio Fiúza de Carvalho, no centro de Lages, por volta das 14h desta sexta, atropelando ao menos seis pessoas.

Atropelador tinha registro de dois BOs por desaparecimento em Içara

Giovanni Oliveira Fornari, em sua conta pessoal no Facebbok, se declarava autônomo e dizia ter nascido em Ponta Grossa, no Paraná, o que foi confirmado pela polícia. A Polícia Civil de Santa Catarina tem registros de dois Boletins de Ocorrência (BOs) em que o irmão do motorista relatava seu desaparecimento na cidade de Içara, sul do Estado, onde o familiar de Giovanni Fornari residia. Ambos os casos ocorreram em 2014. Nos BOs, há relatos de que Fornari sofria de problemas psiquiátricos.

Abertura do Natal em Lages é suspensa após atropelamento coletivo

A abertura das festividades de Natal em Lages, que teriam início nesta sexta-feira, foi suspensa pela prefeitura do município após o atropelamento das pessoas no calçadão. Chamado de Natal Felicidade, o evento, tradicional na cidade serrana, foi suspenso durante todo o fim de semana. Na segunda-feira, a Prefeitura de Lages deve decidir qual a nova programação do evento. 


 Veja também
 
 Comente essa história