Após chuva da madrugada, Florianópolis registra transtornos no Norte e Leste da Ilha Cristiano Estrela / Diário Catarinense/Diário Catarinense

Seu Irineu Almeida teve a casa invadida pela água, na Rua Laurindo Elias de Oliveira, no bairro Ingleses

Foto: Cristiano Estrela / Diário Catarinense / Diário Catarinense

Equipes da Defesa Civil de Florianópolis trabalharam durante toda a madrugada desta quinta-feira (18), principalmente no Norte da Ilha, onde houve o maior acumulado de chuva (40,2 mm), para dar suporte às famílias atingidas. Pelo menos 10 ruas do bairro Ingleses ficaram alagadas. Os profissionais de plantão ajudaram a tirar a água acumulada no pátio das casas. 

Seu Irineu Almeida, 71 anos, foi um dos moradores que teve a casa alagada na Rua Laurindo Elias de Oliveira, no bairro Ingleses. Ele, que perdeu a mulher há 3 meses, estava em casa com os três netos quando a água começou a entrar.

— A chuva começou a pegar umas 20h e foi até a madrugada. Consegui levantar a geladeira e o fogão, mas perdi armários e camas. Fui dormir às 4h, até essa hora ninguém da prefeitura tinha vindo aqui. Meus netos ficaram bastante assustados, principalmente a mais velha, a Maria Eduarda, que tem 11 anos — relatou o morador.

Vizinha e amiga de Almeida, Selma Maria Luis, de 60 anos, também estava indignada com o estragos da chuva na manhã desta quinta-feira. 

— Só fazem melhorias perto da praia, usam nosso dinheiro, mas a prefeitura não olha pra gente. É uma tristeza. Tudo é pago, luz, água, mas na hora que a gente precisa, cadê eles? — questionou.

Outra moradora do bairro Ingleses, Janete Silveira, 45, vive em uma casa nos fundos de um terreno que ficou totalmente alagado, na Servidão Alvino Luciano da Silva. A residência da frente foi mais atingida e a dela sofreu pequenos danos, mas além do alagamento, a fossa extravasou e o esgoto se misturou na água.

— Cada vez que saio de casa, tenho que passar álcool nas pernas por causa do esgoto que vazou. Estou evitando sair, mas se não tiver jeito, vou por cima do muro — disse tentando manter o bom humor.

chuva - floripa
Foto: Cristiano Estrela / Diário Catarinense

A Travessa  Nildo Nepomuceno Fernandes, no Ingleses, também está alagada. De acordo com os moradores, boa parte da "lagoa" ainda é da chuva da semana passada. Não há escoamento e o caminhão pipa que está fazendo o bombeamento não dá conta, tamanho o volume de água acumulada.

Segundo a Prefeitura de Florianópolis, 35 mil pessoas já foram afetadas pelas chuvas que atingem o Estado desde a semana passada. Mais de 200 ruas foram atingidas, sendo que 84 registraram os maiores estragos. Pelo menos quatro pontes desabaram no bairro Ratones, no Norte da Ilha. Um levantamento dos estragos está sendo feito para encaminhar à Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil  para conseguir apoio financeiro.

Transtornos no Leste da Ilha

O buraco que abriu na Avenida das Rendeiras na madrugada de quarta-feira (17) e prejudicou o trânsito durante todo o dia, está isolado e sinalizado. Embora a cratera esteja reduzindo o tamanho da pista, não impede a passagem de veículos, cujo fluxo está liberado nos dois sentidos. Uma pequena quantidade de água ainda continua escoando pela viela que liga a avenida às Dunas da Joaquina. 

chuvas - Floripa
Foto: Cristiano Estrela / Diario Catarinense

A restrição que havia na SC-406, entre a Barra da Lagoa e a Praia Mole, foi liberada perto do meio-dia desta quinta-feira (18). As linhas do transporte público Lagoa da Conceição/Barra da Lagoa também foram liberadas. 

Segundo a Defesa Civil, os restos de vegetação e terra que deslizaram no local devem ficar na beira da pista para segurar a encosta que ainda está molhada. A limpeza só deve ser feita quando o tempo firmar. 

chuvas - Floripa
Desmoronamento na SC-406Foto: Cristiano Estrela / Diário Catarinense

Confira os telefones de emergência

Polícia Militar (190)
Bombeiros (193)
Defesa Civil (199)
Polícia Militar Rodoviária (198)
Guarda Municipal (153)

Leia mais

Previsão aponta chuva forte na Grande Florianópolis, Vale e Norte do Estado

Oito cidades registram maiores volumes de chuva na madrugada desta quinta-feira

Defesa Civil mantém o alerta após quarta-feira de chuvas e transtornos

VÍDEO: homem entra em casa alagada para resgatar cachorra

esgatar cachorra

 Veja também
 
 Comente essa história