Confira os transtornos provocados pela chuva em Florianópolis Diorgenes Pandini / Diário Catarinense/Diário Catarinense

Água acumulada nas Dunas da Joaquina escoa por viela e acumula na Avenida das Rendeiras

Foto: Diorgenes Pandini / Diário Catarinense / Diário Catarinense

O volume de chuvas da madrugada, que chegou a 110 mm em Florianópolis, provocou transtornos no trânsito e no transporte público na manhã desta quarta-feira (17). Segundo a Defesa Civil, não houve registro de desalojados e desabrigados. Porém, o órgão recebeu pelo menos 250 ligações de moradores comunicando pontos de alagamento na Capital. 

Segundo o diretor da Defesa Civil Municipal,  Luiz Eduardo Machado, os alagamentos voltaram a atingir os bairros Rio Vermelho, Ratones e Ingleses, no Norte da Ilha, e Campeche, no Sul, que já haviam sofrido com as fortes chuvas da semana passada. Porém, o acumulado desta madrugada foi menor.   

Dona Maria da Silva, de 65 anos, que é moradora do Ratonas, está desde a semana passada sem sair de casa por causa da ponte que caiu na Servidão Hercílio Augusto da Cunha. Como a estrutura está improvisada, ela não consegue passar com a filha de 30 anos que é deficiente física.   

— A gente está preocupado. Essa noite fiquei sem dormir. Quando chove forte, a água do rio pode levar o resto da ponte — disse Maria. 

Ratones
Parte da ponte na servidão Hercílio Augusto da Cunha cedeu e uma estrutura foi improvisada pelos moradoresFoto: Tiago Ghizoni / Diário Catarinense

Outro pontos crítico é na SC-406, entre a Barra da Lagoa e a Praia Mole, cuja encosta sofreu deslizamento na semana passada e continua oferecendo risco de novo desmoronamento. O trânsito foi restrito a meia pista por segurança. 

Na Avenida das Rendeiras, na Lagoa da Conceição, uma cratera se abriu no meio da rua por causa da chuva. O trânsito está sendo monitorado pela Guarda Municipal, que libera cada um dos sentidos em momentos distintos, por meio de pista reversa. A orientação da Secretaria Municipal de Segurança é para que turistas e moradores evitem, se possível, a zona Leste da Ilha. 

O transporte coletivo está suspenso no Morro da Lagoa e na SC-406, entre a Barra da Lagoa e a Praia Mole, por risco de deslizamento. Os ônibus estão fazendo o trajeto da semana passada, pelo Norte da Ilha. 

Segundo a Secretaria de Transporte e Mobilidade, estão interrompidas as linhas 360 (Barra da Lagoa), 363 (Joaquina), 840 (TICAN/TILAG) e 850 (TILAG/RIO VERMELHO), pois todas elas passam pelas Rendeiras. 

No Sul da Ilha está interrompida a linha 463 (Castanheiras via Eucaliptos) por causa de água na via. A operação está sendo feita pela 464 (Castanheiras via Gramal).

chuvas - Floripa
Água acumulada nas Dunas da JoaquinaFoto: Diorgenes Pandini / Diário Catarinense

Moradores e equipes da Secretaria de Obras estão trabalhando para desentupir boeiros e dar vazão à água que se acumulou nas Dunas da Joaquina e em um campo de futebol próximo. A água acumulada desceu por uma viela e ficou retida na Avenida das Rendeiras . 

— Desde a hora que a chuva começou está assim, o problema é que é muita areia e entupiu os boeiros. Não houve nenhum dano nas casas. O problema maior é o pessoal que está trancado aqui e essa água que não para de descer — disse o comerciante Jair Fernando da Silva, 42 anos. 

chuvas - Floripa
Foto: Diorgenes Pandini / Diario Catarinense

Na Avenida Madre Benvenuta, no bairro Santa Mônica, há um ponto de alagamento em frente à Udesc. Os carros estão conseguindo passar com bastante cautela. Funcionários da universidade estão trabalhando para desentupir os boeiros e liberar a água acumulada. 

chuvas - Floripa
Alagamento na Avenida Madre Benvenuta, no bairro Santa MônicaFoto: Diorgenes Pandini / Diário Catarinense

Confira um vídeo com os transtornos na Capital

Leia mais

Transporte coletivo da Lagoa volta a fazer trajeto pelo Norte da Ilha

Confira as restrições de pista no Leste da Ilha

Sete bairros de Joinville têm abastecimento comprometido por causa das chuvas

Encontrado corpo de haitiano desaparecido em Balneário Camboriú

Chuva deixa cinco famílias desalojadas em Brusque

Após enxurrada, Blumenau amanhece com pontos alagados


 Veja também
 
 Comente essa história