O presidente sul-africano Jacob Zuma, cujo partido pediu que renuncie ao cargo, fará uma declaração à nação às 18H00 desta quarta-feira, informou a presidência.

Zuma, debilitado por acusações de desvios de fundos públicos, fará seu discurso na sede da presidência.

Mais cedo, ele considerou "muito injusto" que seu partido, o Congresso Nacional Africano (ANC), exija sua renúncia, estimando que não há nada que justifique essa medida.

"É muito injusto que esta questão seja levantada permanentemente", declarou Zuma em entrevista com a televisão pública SABC.

"O que eu fiz? Ninguém me deu razões", acrescentou em referência ao pedido de renúncia do Comitê Nacional Executivo (NEC) de seu partido.

bur/bgs/dcr/jz /cn

* AFP

 Veja também
 
 Comente essa história