"Em Santa Catarina, apenas 10 municípios reúnem 51% dos crimes violentos, não só as mortes intencionais, como também os roubos e a violência doméstica".

Coronel Araújo Gomes, Comandante-Geral da Polícia Militar, ao ser questionado sobre a redução no número de assassinatos e o aumento do efetivo policial.
Bom Dia Santa Catarina, NSC TV, 23/2/2018

Não é bem assim, prova real, fact-checking
Foto: Artes DC / Artes DC

Dez cidades catarinenses registraram juntas 46,09% do número total de mortes violentas, roubos e violência doméstica em Santa Catarina entre fevereiro de 2017 e janeiro de 2018, segundo dados do site da Secretaria de Segurança Pública de Santa Catarina, a única base pública disponível.

O Prova Real reuniu os dados das três ocorrências registradas nas 30 maiores cidades catarinenses, somando as três variáveis e fazendo a proporção com o número total de crimes registrados no Estado, conforme a metodologia sugerida pelo próprio comandante da Polícia Militar de Santa Catarina, Araújo Gomes. Após esse recorte, foram separadas as 10 cidades com o maior número de crimes.

Confira a planilha com os cálculos 

Os 10 municípios – que na realidade respondem por 46,09% dos crimes violentos no período – são Florianópolis, Joinville, São José, Blumenau, Chapecó, Itajaí, Palhoça, Criciúma, Lages e Balneário Camboriú. Juntos, somam 32.529 ocorrências. No mesmo período, Santa Catarina registrou 69.653 casos (1.151 mortes violentas, 51.532 casos de violência doméstica e 16.970 roubos).

Para se chegar ao percentual declarado pelo comandante – de 51%, ou seja, mais da metade – seria preciso inserir os números de crimes violentos registrados por mais três cidades. Então, seriam 13 o total de municípios que reúnem 51% dos crimes violentos de Santa Catarina. Portanto, a declaração do coronel Araújo Gomes, embora fique bem próxima, não condiz com os dados públicos disponibilizados pela secretaria.

Contraponto

Em nota, a Polícia Militar de Santa Catarina destaca que o comandante utilizou o número de forma aproximada, considerando a base de dados de registros de ocorrências da Polícia Militar (Sade), “a qual indica que 10 cidades de SC reúnem aproximadamente 50% dos crimes violentos do Estado (letalidade violenta, roubo e violência doméstica), com variações de acordo com o período considerado de +1% (49 a 51% das ocorrências)”. A corporação destaca ainda que o comandante utilizou os registros do período de fevereiro de 2017 a janeiro de 2018.

Entretanto, conforme os números enviados por e-mail pela PM (confira a nota na íntegra), o total desses crimes foi de 33.719 em Santa Catarina e de 16.615 nas 10 cidades com mais ocorrências. Logo, mesmo pela base de dados da Polícia Militar, esses municípios respondem por 49,27%, ou seja, menos do que a metade do Estado. Veja abaixo:

Foto: Reprodução / Reprodução

Além disso, os números enviados pela PM não batem com o da Secretaria de Segurança Pública em outros quesitos. Por exemplo, em Joinville foram registrados 2.050 roubos no período, segundo dados do site da SSP. A PM, entretanto, considera 2.420. 

O Prova Real é a iniciativa de fact-checking e debunking da NSC Comunicação. Você também pode sugerir temas pelo e-mail provareal@somosnsc.com.br ou pelo WhatsApp (48) 99188-2253. 

Veja todas as publicações do Prova Real

Confira outras checagens:

 SC tem 100 tornozeleiras eletrônicas sendo usadas e 2 mil disponíveis. É verdade?

Radar na Avenida Beira-Mar Norte: é verdade?


 Veja também
 
 Comente essa história