São Joaquim amanhece com geada e temperatura de 4,7ºC Mycchel Hudsonn Legnaghi/São Joaquim Online

Campos de São Joaquim amanheceram brancos com a geada da madrugada desta terça-feira

Foto: Mycchel Hudsonn Legnaghi / São Joaquim Online

Ainda é verão, mas já é possível perceber alguns sinais do frio chegando em Santa Catarina. O município de São Joaquim, na Serra Catarinense, amanheceu com geada e temperatura de apenas 4,7ºC segundo dados da Epagri/Ciram, órgão estadual de monitoramento do tempo e do clima.

A técnica em meteorologia do Grupo NSC Bianca Souza explica que a formação de geada foi provocada por fatores climáticos que incluem ar seco e frio, ausência de vento e temperaturas baixas. Ela explica que a geada foi de fraca intensidade e não causou prejuízos para a agricultura.

Apesar da geada, a temperatura mais baixa do Estado nesta madrugada não foi registrada em São Joaquim. De acordo com a Epagri/Ciram, Bom Jardim da Serra amanheceu com os termômetros marcando apenas 3,1°C, a segunda temperatura mais baixa do ano — perde apenas para o registro de Urupema em 30 de janeiro, quando os termômetros chegaram a 1,3ºC.

Mas nem tudo é felicidade para os amantes do frio. A frente fria já passou pelo Estado e está agora no Sudeste do país. Com influência do ar seco, o tempo deve ser quente nesta terça-feira em praticamente todas as regiões de Santa Catarina. A boa notícia é que essas massas de ar frio devem se tornar cada vez mais comuns, com geadas e baixas temperaturas.

 São Joaquim registra nova geada durante o amanhecer do verão 2018 A Cidade de São Joaquim, no alto da Serra Catarinense, voltou a registrar temperaturas amenas, durante o gélido amanhecer desta terça-feira 13 de março, onde a estação local, situada no centro da cidade assinalou seus 1.7º C (Estação Keiser) e a consequência natural disto tudo foi a formação de uma surpreendente geada que cobriu os campos de baixadas da cidade e do interior de São Joaquim. Obs.: Eu Mycchel Hudsonn Legnaghi autorizo o vosso meio de comunicação a utilizar as imagens contidas neste email com as devidas citações de crédito: Imagens Mycchel Hudsonn Legnaghi / São Joaquim Online
Ar seco e frio, ausência de vento e temperaturas baixas foram os fatores que provocaram o fenômeno na Serra CatarinenseFoto: Mycchel Hudsonn Legnaghi / São Joaquim Online

Leia Mais

Massa de ar seco e frio comanda o tempo no Estado

Viagem experimental mostra o transporte marítimo na Capital

Polícia Civil cumpre 40 mandados de busca em SC

 Veja também
 
 Comente essa história