Lula perde temporariamente benefícios de ex-presidente Fernando Gomes/Agência RBS

Ex-presidente está preso desde 7 de abril na Superintendência da Polícia Federal do Paraná, em Curitiba

Foto: Fernando Gomes / Agência RBS

A Justiça retirou, temporariamente, de Lula todos os benefícios a que teria direito como ex-presidente, como cartão corporativo, assessores, seguranças, motoristas e veículos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

A decisão liminar foi concedida pelo juiz federal de Campinas Haroldo Nader, em ação popular movida pelo coordenador nacional e advogado do Movimento Brasil Livre (MBL), Rubens Nunes.

Como base para a decisão, o juiz utilizou o Decreto 6.381/2008, que define os direitos de ex-presidentes do Brasil e muito comentado durante o impeachment de Dilma Rouseff. A medida é válida até o julgamento do mérito da ação.

Veja a decisão judicial:

Lula está preso desde o dia 7 de abril, cumprindo a pena de 12 anos e um mês pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A condenação veio no chamado processo do triplex, da Lava-Jato.

 Veja também
 
 Comente essa história