Dois homens foram presos em flagrante na madrugada desta segunda-feira após tentarem liberar 13 detidos da delegacia de Palhoça, na Grande Florianópolis. De acordo com a delegada Beatriz Ribas, eles são usuários de drogas que foram coagidos a realizar a ação por quatro homens armados que estavam em dois carros do lado de fora da unidade.

A dupla entrou na delegacia por volta das 4h30min e recebeu materiais para cortar o cadeado da cela onde estavam os presos. Eles conseguiram arrebentar quatro cadeados, mas o alarme foi disparado e os suspeitos que aguardavam do lado de fora da delegacia fugiram. Na sequência, dois policiais que estavam de plantão entraram na unidade e conseguiram deter os dois homens e evitar a fuga dos demais presos.

Os policiais trabalham para identificar os quatro homens responsáveis por planejar a tentativa de fuga dos presos. Como eles deixaram o local ao ouvir a sirene, ainda não há suspeitos. Entretanto, novos detalhes do caso devem ser apurados durante o interrogatório que será realizado nesta manhã com os dois homens presos em flagrante.

A delegada ainda ressalta que a unidade de Palhoça tem espaço para a detenção de duas pessoas, apesar de atualmente comportar 15 presos. No início da semana passada o número de detidos no local chegava a 17. O problema da superlotação das celas ocorre pela falta de vagas no sistema prisional, tanto que a transferência para os presídios deveria ocorrer em até 24 horas mas está demorando de sete a dez dias.

Leia Mais

Casas são atingidas por incêndio em Florianópolis

Homem de 57 anos morre atropelado em Garopaba

Polícia faz buscas por suspeito de matar transexual na Capital

 Veja também
 
 Comente essa história