O presidente francês Emmanuel Macron afirmou nesta quinta-feira que não quis ofender a Itália nem os italianos ao chamar esta semana de "cínica e irresponsável" a recusa de Roma a receber o barco de migrantes "Aquarius", que segue para a Espanha.

Em uma conversa por telefone com o chefe de Governo italiano Giuseppe Conte, Macron "ressaltou que não fez nenhum comentário com a intenção de ofender a Itália e o povo italiano" e defendeu "aprofundar a cooperação bilateral e europeia" para alcançar uma "política migratória eficaz".

* AFP

 Veja também
 
 Comente essa história