Os países da União Europeia (UE) aprovaram nesta quinta-feira a lista de produtos americanos que sofrerão nova tarifação em resposta às tarifas aduaneiras aplicadas por Washington contra o aço e o alumínio europeus.

Os 28 países da UE apoiaram "por unanimidade o plano da Comissão para a adoção de medidas de reequilíbrio sobre as tarifas americanas", afirmou uma fonte do executivo comunitário.

Essa fonte afirmou que o regulamento de aplicação dessas medidas será aprovado nos próximos dias.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, decidiu não prorrogar a isenção temporária concedida em março à UE, ao México e ao Canadá, e impôs em 1º de junho tarifas de 25% sobre as exportações de aço para seu país e de 10% sobre as de alumínio.

Além de levar o caso à Organização Mundial do Comércio (OMC), a União Europeia preparou uma lista para aumentar as tarifas sobre produtos americanos num total de 2,8 bilhões de euros, como jeans, motocicletas e bourbon, entre outros.

Após a aprovação dos 28 países da UE, a Comissão Europeia "adotará nos próximos dias os regulamentos pertinentes para sua entrada em vigor", disse a fonte do Executivo da comunidade.

A entrada em vigor das medidas, que afetam os produtos agrícolas e industriais dos Estados Unidos, pode ocorrer entre 20 de junho e o mês de julho, para coincidir com as contramedidas canadenses, segundo uma fonte diplomática.

* AFP

 Veja também
 
 Comente essa história