Bolsonaro leva facada durante ato de campanha em Minas Gerais : FÁBIO MOTTA/ESTADAO CONTEUDO

Bolsonaro é carregado por apoiadores após ataque em Juiz de Fora

Foto: : FÁBIO MOTTA / ESTADAO CONTEUDO

O candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) sofreu um atentado na tarde desta quinta-feira (6) em Juiz de Fora, em Minas Gerais, onde participava de um ato de campanha. Ele foi atacado com uma facada por um homem quando era carregado por apoiadores. 

Em nota, a Polícia Federal (PF) informou que estava escoltando Bolsonaro no momento do atentado. O suspeito de agredir o candidato foi preso em flagrante e levado à Delegacia da PF. A corporação instaurou um inquérito para apurar o caso.

Segundo o G1, o suspeito confessou o crime. Ele teria dito à Polícia Militar que atacou Bolsonaro por não concordar com as ideias que o candidato divulga. 

Também em nota, a Santa Casa da Misericórdia de Juiz de Fora informou que Bolsonaro deu entrada na unidade por volta das 15h40min, com um ferimento no abdômen. Segundo o hospital, ele foi atendido na urgência, passou por um exame de ultrassonografia e foi encaminhado ao Centro Cirúrgico.

A Globonews informou que a cirurgia a que Bolsonaro foi submetido terminou por volta das 19h e que ele foi encaminhado para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI). 

No vídeo abaixo é possível ver o momento que o candidato sofre o ataque. 

Bolsonaro estava acompanhado do filho

Pelo Twitter, Flavio Bolsonaro disse, inicialmente, que o ferimento parecia ser apenas superficial. "Peço que intensifiquem as orações por nós!", tuitou. No entanto, mais tarde, em uma nova mensagem, ele disse que a lesão foi mais grave do que aparentava.

"Infelizmente foi mais grave que esperávamos. A perfuração atingiu parte do fígado, do pulmão e da alça do intestino. Perdeu muito sangue, chegou no hospital com pressão de 10/3, quase morto... Seu estado agora parece estabilizado. Orem, por favor!", escreveu Flavio Bolsonaro no Twitter.

 Foto do candidato  Jair Bolsonaro sendo atendido no hospital após ser esfaqueado.
Imagem mostra o candidato sendo atendido em hospital de Juiz de ForaFoto: reprodução / redes sociais

Leia mais

Candidatos à Presidência repudiam agressão a Bolsonaro

Candidatos ao governo de SC divulgam mensagens contra agressão a Bolsonaro

 Cacau Menezes: Suspeito de esfaquear Bolsonaro esteve em Florianópolis

Upiara Boschi: atentado a Bolsonaro é sintoma de um país doente

 Veja também
 
 Comente essa história