Bolsonaro segue estável e tem alimentação oral suspensa, diz boletim médico Twitter/Reprodução

Bolsonaro está internado em São Paulo desde o dia 7 de setembro

Foto: Twitter / Reprodução

Em novo boletim médico divulgado na manhã desta quarta-feira (12), o Hospital Albert Einstein informa que o candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, segue na unidade de cuidados semi-intensivos e tem estado de saúde estável. 

Por conta do surgimento de uma distensão abdominal, ele teve a alimentação oral suspensa momentaneamente e receberá alimentação endovenosa até a próxima avaliação.

Bolsonaro está internado no hospital de São Paulo desde o dia 7 de setembro, em recuperação após levar uma facada durante um evento de campanha no dia 6, em Juiz de Fora.

Primeiramente, ele foi atendido na Santa Casa de Misericórdia da cidade mineira e, depois, transferido para o Albert Einstein. No dia 11, o presidenciável teve alta da UTI e foi para a unidade semi-intensiva.

Veja o boletim na íntegra:

São Paulo, 12 de setembro de 2018 - 11:00

O candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro, permanece na unidade de cuidados semi- intensivos do Hospital Israelita Albert Einstein, onde foi internado no último dia 7. O estado de saúde do paciente continua estável, sem febre ou outros sinais de infecção.

Devido ao surgimento de uma distensão abdominal, a alimentação oral foi suspensa momentaneamente com retorno da alimentação parenteral (endovenosa) exclusiva até a próxima avalição. 

Os exames laboratoriais permanecem estáveis.

Leia mais notícias de Política


 Veja também
 
 Comente essa história