A Justiça Estadual do Paraná decretou a prisão preventiva do ex-governador Beto Richa (PSDB) e de outros alvos da Operação Radiopatrulha, investigação sobre suposto esquema de propinas em contratos de manutenção de estradas rurais. Candidato ao Senado, o tucano estava preso em regime temporário (prazo de cinco dias prorrogáveis) desde terça-feira, 11.

 Veja também
 
 Comente essa história