Mauro Mariani (MDB) abre série de entrevistas com candidatos no Jornal do Almoço  Tiago Ghizoni/Diário Catarinense

Foto: Tiago Ghizoni / Diário Catarinense

O candidato ao governo estadual Mauro Mariani (MDB) abriu nesta segunda-feira (10) a série de entrevistas que o Jornal do Almoço, da NSC TV, irá fazer com os cinco concorrentes ao cargo mais bem-colocados na pesquisa eleitoral realizada pelo Ibope em agosto. Pelo sorteio que definiu a ordem de quem estará no programa em cada dia, amanhã é a vez de Ângelo Castro (PCO), seguido de Gelson Merisio (PSD), Décio Lima (PT) e Rogério Portanova (Rede). No sábado, os demais postulantes também irão falar sobre suas propostas por três minutos.

Prova Real: veja a checagem das afirmações de Mauro Mariani ao Jornal do Almoço

Em 20 minutos, Mariani explicou como o seu eventual governo pretende lidar com alguns dos principais temas que mobilizam o eleitorado catarinense. Segundo ele, "todos os órgãos acabam tendo recursos sobrando", incluindo Assembleia Legislativa, Tribunal de Contas e Tribunal de Justiça. O emedebista lembrou ainda que, quando ocupou a Secretaria de Obras na gestão de Luiz Henrique da Silveira, foram feitos os acessos pavimentados aos 54 municípios onde não havia asfalto. 

Outra questão bastante explorada pelos apresentadores Mário Motta e Laine Valgas foi a educação. Mariani contou que visitou Pernambuco para saber como o Estado nordestino passou da 22ª para a primeira colocação no Índice de Desenvolvimento de Educação Básica:

— Enquanto lá eles têm 47% dos adolescentes em regime de ensino integral, aqui há apenas 7% — disse.

Quanto à segurança, o candidato destacou que o Estado precisa repor anualmente entre 500 e 600 policiais que se aposentam e enalteceu o modelo prisional de Santa Catarina. Na avaliação dele, as penitenciárias industriais devem ser replicadas e ampliadas para comportar mais do que os 7 mil apenados atuais. 

— As estatísticas dizem que 90% daqueles que passam pelas penitenciárias industriais se recuperam. Nos presídios, se especializam no crime.

As declarações de Mariani serão verificadas pelo Prova Real, iniciativa da NSC Comunicação de checagem de fatos e debunking (desmistificação de boatos). As entrevistas com os candidatos integram a cobertura das Eleições 2018 do grupo, do qual fizeram parte as sabatinas publicadas com os postulantes ao Executivo estadual nas superedições dos jornais Diário Catarinense, A Notícia e Jornal de Santa Catarina de 11 e 12 de agosto.  

Leia mais notícias de Política

 Veja também
 
 Comente essa história