"Floripa é contra a caça às baleias" diz a arte publicada pela Prefeitura de Florianópolis em seu perfil oficial do Facebook nesta quinta-feira (13). A frase é referente à votação sobre a proposta japonesa de liberação da caça comercial de baleias em todos os países, programada para esta sexta-feira (14), que vai ocorrer no evento internacional da Comissão Internacional da Baleia (International Whaling Commission) sediado na capital. 

O evento reúne lideranças internacionais e poderá autorizar a caça comercial do animal marinho atualmente proibida no Brasil desde 1986 após recomendação mundial.

Prefeitura de Florianópolis publicou em seu perfil oficial no Facebook arte que manifesta posição contrária à liberação da caça de baleia
Prefeitura publicou em seu perfil oficial no Facebook arte que manifesta posição contrária à liberação da caça de baleiaFoto: Facebook / Reprodução

O atual prefeito da capital catarinense, Gean Loureiro, também se manifestou nas redes sociais contrário à aprovação. " Não. Simplesmente NÃO!" diz a legenda da imagem publicada também na quinta.

Gean Loureiro publicou foto em sua página oficial do facebook com a legenda Não. Simplesmente NÃO!
Gean Loureiro publicou foto em sua página oficial do facebook com a legenda "Não. Simplesmente NÃO!"Foto: Facebook / Reprodução

O Japão propõe legalizar a captura em larga escala com o intuito de utilizar a carne, o óleo e a gordura do animal para fins comerciais. No entanto, foi aprovada nesta quinta-feira (13), pela Comissão Internacional da Baleia (CIB), a Declaração de Florianópolis, criada por brasileiros, com a finalidade de reforçar a moratória da caça e direcionar recursos e tempo de trabalho da pesca de baleias para pesquisa, estudos de sustentabilidade e turismo de observação, atividades não letais.

Liberação da caça comercial de baleias deve ser votada nesta semana em evento na Capital

Apesar de ser uma prática restrita, o Japão captura cerca de mil baleias por ano na região entre o Pacífico e a Antártida sob o argumento de um artigo da comissão que permite a pesca de animais para estudo científico.

A medida, entretanto, não deve ser discutida no evento, pois, para alterar o artigo, seria preciso convocar uma reunião diplomática para operar o tratado. 

Expectativa é pela rejeição

Prevista inicialmente para ocorrer na manhã de quinta (13), a votação foi adiada para esta sexta (14) após acordo entre todos os países presentes. A expectativa da CIB é que aprovação da Declaração de Florianópolis contribua para que a proposta japonesa não seja aprovada.

Conforme o diretor do Instituto Baleia Jubarte, José Truda Palazzo, a declaração aprovada deixou claro que o Japão não tem a maioria dos votos necessários, nem mesmo a maioria simples,  para aprovar a proposta que libera a caça comercial do animal marinho.

Leia mais

Votação sobre a liberação da caça comercial de baleias é adiada em Florianópolis

Comissão da Baleia aprova documento que reforça a proteção aos animais

 Veja também
 
 Comente essa história