Tatuagens de Che Guevara e Lenin em Manuela D'Ávila são falsas  Reprodução/Facebook

Foto: Reprodução / Facebook

A checagem abaixo foi produzida pelo Projeto Comprova, iniciativa que reúne a NSC Comunicação e outros 23 veículos de mídia do país no combate à desinformação nas Eleições 2018. A checagem foi feita pela NSC e veículos parceiros: Estado de S. Paulo, UOL, Gazeta Online e Poder 360. 

Alterado digitalmente -  A foto de Manuela foi alterada para inserir as figuras de Lenin e Che Guevara como tatuagens. 

 A foto da candidata a vice-presidente de Fernando Haddad (PT), Manuela D’Ávila (PC do B), com tatuagens de Che Guevara e Lenin é falsa. Compartilhada pelo WhatsApp, pelo Twitter e pelo Facebook, a imagem foi manipulada para inserir os desenhos dos líderes comunistas na deputada estadual do Rio Grande do Sul.

Por meio de uma busca reversa feita com o Google Images, o Comprova localizou a imagem original em perfis do Twitter, como no da usuária @ajulysantos. Na foto original, Manuela não exibe as tatuagens de Che Guevara e Lenin.

O Comprova também identificou uma foto semelhante à manipulada, registrada no mesmo dia, o que reforça a manipulação. Registrada pelo repórter Lucas Rivas, da Rádio Guaíba, de Porto Alegre, a imagem foi registrada no dia 10 de novembro de 2017 durante entrevista ao programa Esfera Pública. O jornalista publicou a foto em seu Twitter e foi retuitado pelo perfil da rádio. Procurado, confirmou a autoria do registro.

Assinada por RLippi Cartoons, a imagem manipulada foi compartilhada pelo Facebook, pelo Twitter e pelo WhatsApp.

Em 21 de novembro de 2017, a própria Manuela denunciou a manipulação da foto em sua página oficial no Facebook. "Aumentaram minhas olheiras (...) e fizeram mais tatuagens no meu corpo", escreveu a deputada. "Tenho muitas tatuagens mesmo e as exibo porque são lindas. Não são esses desenhos feinhos que vocês fizeram de Lenin e Che", completou. 

Leia mais publicações do Prova Real

O Prova Real é a iniciativa de fact-checking e debunking da NSC Comunicação. Você também pode sugerir temas pelo e-mail provareal@somosnsc.com.br ou pelo WhatsApp (48) 99188-2253.  

Leia mais

"Petistas nus" não invadiram manifestação pró-Bolsonaro nos Estados Unidos

Texto de apoio ao candidato à Presidência Jair Bolsonaro não é de Arnaldo Jabor

Agricultor escreve o nome de Bolsonaro em plantações

União Europeia não pediu retaliação ao Brasil por prisão de Lula

Sonia Guajajara, vice de Boulos, usa nome indígena com amparo da legislação

 Veja também
 
 Comente essa história