PSL teve a maior votação somada entre deputados federais e estaduais em SC Guilherme Hahn/Especial/Especial

Local de votação em Criciúma, no Sul do Estado

Foto: Guilherme Hahn/Especial / Especial

Além de carimbar a passagem de Comandante Moisés para o segundo turno e emplacar quatro deputados na Câmara Federal e mais seis na Assembleia Legislativa, o PSL em Santa Catarina também concentrou a maioria dos votos na soma entre deputados estaduais e federais em SC.

O partido de Jair Bolsonaro teve 769,9 mil votos para candidatos catarinenses à Câmara Federal, à frente do MDB, com 553,9 mil votos. Na lista de candidatos a deputado estadual, o PSL somou 553,1 mil votos, atrás apenas do MDB, com 619,6 mil votos.

Impulsionada pela onda pró-Bolsonaro (65,82% dos votos em SC), a projeção do PSL no Estado contrasta com o baixo número de filiados do partido em Santa Catarina: cerca de 3 mil eleitores. Legendas como o MDB, o DEM, o PP e o PSDB têm mais de 100 mil filiados nos municípios catarinenses.

VOTOS PARA DEPUTADO FEDERAL (acima de 100 mil)
1 PSL 769.926
2 MDB 553.953
3 PT 347.166
4 PSDB 301.400
5 PP 288.537
6 PSD 227.422
7 PRB 188.145
8 Novo 187.440
9 PSB 156.127

VOTOS PARA DEPUTADO ESTADUAL (acima de 100 mil)

1 MDB 619.681
2 PSL 553.121
3 PSD 418.273
4 PT 326.608
5 PP 314.665
6 PSB 293.867
7 PSDB 285.228
8 PR 193.090
9 PDT 119.780


 Veja também
 
 Comente essa história