Bolsonaro anuncia que manterá Wagner Rosário como ministro da Controladoria-Geral da União José Cruz/Agência Brasil

Rosário tem 42 anos e é auditor Federal de Finanças e Controle desde 2009

Foto: José Cruz / Agência Brasil

O presidente eleito Jair Bolsonaro confirmou pelo Twitter, nesta terça-feira (20), que Wagner de Campos Rosário continuará à frente da Controladoria-Geral da União (CGU) no futuro governo. Rosário está no cargo desde junho do ano passado, quando assumiu a pasta para substituir Torquato Jardim, que foi para o Ministério da Justiça do governo Temer.

Natural de Juiz de Fora (MG), Rosário tem 42 anos e é auditor Federal de Finanças e Controle desde 2009. Tornou-se o primeiro servidor de carreira da CGU a assumir o cargo de secretário-executivo e ministro da pasta. Antes de ingressar no órgão, ele integrou o Exército, chegando ao posto de capitão.

Até o momento, ele é o primeiro ministro do governo Temer confirmado para permanecer na próxima gestão.

Veja os outros ministros confirmados por Bolsonaro:

Onyx Lorenzoni - Casa Civil

Paulo Guedes - Economia

Augusto Heleno - Gabinete de Segurança Institucional

Marcos Pontes - Ciência e Tecnologia

Sergio Moro - Justiça e Segurança Pública

Tereza Cristina - Agricultura

Fernando Azevedo e Silva - Defesa

Ernesto Araújo - Relações Exteriores

Fique por dentro das últimas notícias

 Veja também
 
 Comente essa história