Comércios de Florianópolis encerram Black Friday com aumento de vendas Diorgenes Pandin/Diario Catarinense

Levantamento inicial da CDL Florianópolis aponta que o volume de vendas subiu de 10% a 15% neste ano

Foto: Diorgenes Pandin / Diario Catarinense

Após um dia de faixas, balões e muitas vendas, o resultado da Black Friday foi considerado positivo para os comerciantes de Florianópolis. Apesar de muitas lojas ainda não terem concluído o balanço do dia, um levantamento inicial da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) da Capital aponta que o volume de vendas subiu de 10% a 15% na comparação com o ano passado.

Mas a principal causa para o crescimento não o maior número de pessoas comprando, tanto que a movimentação nas ruas do Centro da Capital estava semelhante aos dias comuns. A avaliação da CDL é que o diferencial da Black Friday em 2018 foi o aumento do volume comprado por cada cliente, que aproveitou os descontos para adquirir em grande quantidade os produtos em promoção.

O presidente da entidade, Lidomar Bison, explica que neste ano os empresários aumentaram os descontos e os clientes corresponderam, focando principalmente nos produtos em que havia muita vantagem. Já os produtos sem o selo Black Friday, importantes para os comerciantes pois têm margem de lucro maior e complementam as vendas, foram deixados em segundo plano.

— O objetivo é causar essa disrupção e provocar o consumidor para o consumo, já que esse dia marca o início das vendas de final de ano. Então se existe um consumo forte num dia como hoje, mesmo que seja sacrificando a margem, é importante para o comércio porque cria um clima de otimismo e de que é possível vender — destaca o presidente da CDL.

Bison também acredita que a data indicou uma retomada na força das lojas físicas, já que os descontos foram "tão agressivos" quanto os oferecidos pelo comércio online. Com preços semelhantes, muitos consumidores optaram por comprar na própria cidade pela maior proximidade com os produtos, já que é possível ver, provar e trocá-los com mais facilidade.

 FLORIANOPOLIS, SC, BRASIL, 23.11.2018: Black Friday no centro de Floripa.  (Foto: Diorgenes Pandini/Diario Catarinense)Indexador: Diorgenes Pandini
Clientes aproveitaram os descontos para comprar em grande quantidade os produtos em promoçãoFoto: Diorgenes Pandin / Diario Catarinense

Procon de Florianópolis não registrou irregularidade

Os fiscais do Procon passaram pelos comércios de Florianópolis nesta sexta-feira para verificar as promoções que estavam anunciadas. Conforme a Secretaria de Defesa do Consumidor da Capital, o órgão realizou um levantamento de preço com diversos produtos desde outubro para compará-los aos valores praticados na Black Friday.

Entretanto, os fiscais não encontraram problemas nem precisaram autuar os comércios em Florianópolis. A secretaria também confirmou que até o início da noite nenhuma irregularidade havia sido denunciada no Procon de Florianópolis.

Leia Mais

Efeito Black Friday: Multidão invade shopping em Itajaí

Consumidores aproveitam a manhã de Black Friday em Blumenau para fazer pesquisa de preço 

38 mil benefícios são cancelados em SC após pente-fino do INSS

 Veja também
 
 Comente essa história