Conheça a startup vencedora do concurso estadual de inovação do Gestão de Valor Marco Favero/Diário Catarinense

Foto: Marco Favero / Diário Catarinense

Você já pensou em comprar roupa pela internet? Parece uma tarefa difícil, afinal no Brasil não existe uma medida padrão e pelo menos 37% dos consumidores desistem de adquirir um produto de vestuário quando o processo é feito por meio de lojas virtuais. O motivo é simples: receio de receber algo diferente do desejado. Há cinco anos, o gestor empresarial Marcelo Bastos sentiu essa dificuldade e enxergou nela uma oportunidade de negócio. Ao dar uma roupa de presente para esposa, ele teve a infelicidade de receber a peça com o tamanho muito diferente do esperado. E foi desse descontentamento com a experiência que nasceu a Sizebay, startup de Joinville voltada ao desenvolvimento de soluções para o e-commerce, vencedora do concurso estadual de inovação promovido pela NSC Comunicação na quarta edição do Projeto Gestão de Valor.

Em 2013, Bastos trabalhava com o design gráfico Janderson Araujo em uma agência de publicidade. Foi quando tiveram a ideia e passaram a estudar as particularidades do e-commerce, chegando a uma solução com potencial de mercado.

– Conversando comigo, ele (Bastos) alertou que isso (erro na hora de escolher o tamanho das peças) deveria ser problema para muita gente. A partir daí começamos a desenvolver a ferramenta, mas tínhamos pouco tempo para as outras demandas do projeto – resumiu Araujo, que hoje é o CEO da Sizebay.

 Processo de criação do produto

 A startup nasceu em 2013 e os dois primeiros anos foram dedicados ao desenvolvimento dos algoritmos capazes de estimar medidas corporais e sugerir tamanhos de roupas compatíveis aos clientes. O trabalho deu origem ao Provador Virtual, ferramenta que ajuda o consumidor a comprar em sites especializados em produtos de vestuário.

– A principal dificuldade do comércio eletrônico de moda é vender roupa, justamente pela questão do tamanho. As pessoas acabam desistindo de comprar porque elas têm medo se vai servir ou não, e com isso o e-commerce perde dinheiro. Nossa tecnologia, de forma resumida, deduz as medidas do corpo da pessoa e compara com as medidas da roupas, reduzindo trocas e devoluções – enfatiza.

Com a ideia implantada, a etapa seguinte exigia a busca de empresas interessadas na ferramenta. Então, entra em cena a especialista em sistemas de informação Patrícia de Castro Araujo.

– Ela saiu correndo atrás de programas, de fundos que pudessem ajudar a desenvolver a ideia. Conseguiu contato com os centros de antropometria e a partir daí, com um plano de negócios mais definido, a empresa começou a avançar – destacou o CEO.

 Resultados geram confiança

O Provador Virtual foi lançado em 2014 e o trio de empreendedores passou a bater nas portas dos principais atores do mercado da moda: a indústria, o varejo e o consumidor final. Logo vieram os primeiros clientes. Segundo Araujo, hoje a Sizebay tem mais de 120 clientes e a meta é encerrar 2018 com pelo menos 150 clientes no Brasil e 20 clientes no exterior. 
A ferramenta já é utilizada por mais de 1 milhão de consumidores a cada mês.

– Estimamos que 15% das vendas dos clientes da Sizebay são influenciadas pelo uso da nossa tecnologia, reduzindo entre 5% e 25% a taxa de devolução – afirma o design gráfico.
Lojas online de moda como a Posthaus, Malwee, Intimissimi, Riachuelo, Lojas Marisa, 
Nike, Levis, a empresa catarinense de roupa infantil a Kyly, já estão usando o sistema da startup de Joinville.

O bom resultado, conforme Araujo, vem da confiança dos clientes na experiência de compra. E mais seguros, ele garante: compram mais.

– Possibilitamos mais assertividade na escolha das roupas, o que era a principal dificuldade do e-commerce de moda. Temos cases que mostram crescimento de até 20% no número de itens por pedido, de 15% no ticket médio e de faturamento 2,5% maior.

Como o sistema funciona

O uso do Provador Virtual é simples. O consumidor preenche o campo com características pessoais, tais como gênero (masculino ou feminino), altura, peso, idade e modela seu corpo conforme o desenho oferecido. A plataforma deduz as medidas e então os algoritmos da plataforma cruzam  dados como modelagem, antropometria, matemática e estatística. Como a ferramenta é flexível, o consumidor pode ajustar as medidas, incluindo ou retirando centímetros. Após essa etapa, o sistema já mostra para o consumidor qual a numeração indicada para cada peça e também se elas ficarão justas, largas ou adequadas conforme as 
medidas do corpo. Segundo a empresa, a precisão pode chegar a 99%. A flexibilidade é outro pontp forte da solução, pois pode ser adaptada ao molde de roupas da loja e também às tabelas antropométricas de cada marca ou modelagem. 

– O algoritmo da ferramenta é facilmente adaptado diminuindo consideravelmente a margem de erro – explica Bastos.

Gestão compartilhada e focada nos resultados

O sucesso não vem apenas com o desenvolvimento de uma ideia inovadora, o modelo de negócios também é decisivo para o crescimento de uma startup. Além disso é necessário complementariedade entre as funções dos sócios que se habilitam a levar o projeto a diante. 

Os três gestores da Sizebay trabalham de forma compartilhada. Araujo é o responsável pela pesquisa e desenvolvimento do produto, além de cuidar das estratégias de marketing e comunicação. Marcelo responde pela parte financeira, relacionamento com investidores e comercial no Brasil e Patrícia é a pessoa responsável pela parte operacional, cliente e vendas internacionais.

Projetos para o futuro

O foco dos sócios da empresa agora está também voltado para a internacionalização do Provador Virtual, tanto que no dia 
4 de novembro, Janderson embarcou na missão StartOut Brasil, parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos – Apex Brasil e o Governo de Portugal, com o objetivo de fazer negócios com empresas Europeias, importante passo para a startup entrar definitivamente para 
o mercado global. A Sizebay 
foi uma das 15 empresas selecionadas do país para participar 
da missão.

Vencedor concurso Startups, Painel Gestão de Valor 2018, Janderson Araujo. Sizebay
Foto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

 Janderson Araujo -Fundador e CEO : Formado em design gráfico com MBA. Tem experiência de mais de 15 anos em marketing, negócios digitais e branding. É  o responsável pela pesquisa e desenvolvimento de produtos, cuida das estratégias de marketing e comunicação e garante que departamentos e pessoas trabalhem em harmonia. 

Patricia Araujo, Sizebay, Gestão de Valor, vencedora concurso de startups 2018, joinville
Foto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

 

Patrícia de Castro Araujo - Sucesso do cliente e vendas: Formada em sistemas de informação e pós graduada em gestão de projetos. É responsável pelo operacional da Sizebay, sucesso do cliente e vendas internacionais. Ela é a pessoa que segura a operação.

Patricia Araujo, Sizebay, Gestão de Valor, vencedora concurso de startups 2018, joinville
Foto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

 Marcelo Bastos - Fundador e CFO: Graduado em TI e economia com MBA em gestão empresarial e PMI . Tem 25 anos de experiência em modelagem de negócios e tecnologia. É responsável pelo financeiro, relacionamento com investidores e comercial.

 O painel do Gestão de Valor

Os principais nomes do setor de Tecnologia da Informação estiveram reunidos no dia 31 de outubro em Florianópolis para prestigiar o painel do Projeto Gestão de Valor 2018. 
A mediação foi do colunista do Diário Catarinense Ânderson Silva e o destaque da noite foi a apresentação do case da Sizebay. O encontro lotou o auditório do Sebrae e contou com a participação dos painelistas Guilherme Maba, IT Manager, e Julian Farrapeira, Senior People Business Partner, do Mercado Livre – empresa líder do comércio eletrônico na América Latina.

 Veja também
 
 Comente essa história