Primeiro voo de baixo custo vindo do Chile pousa em Florianópolis Floripa Spotter/Divulgação

Foto: Floripa Spotter / Divulgação

O primeiro voo operado por uma companhia aérea de baixo custo pousou na tarde desta terça-feira no Aeroporto Hercílio Luz. Vindo de Santiago, capital do Chile, o avião comercial aterrissou às 13h05 em Florianópolis. A rota é operada pela empresa chilena Sky Airline e o voo desta tarde foi o segundo do tipo "low cost" realizado no Brasil. 

A companhia afirma que o trajeto pode custar até U$ 39 atualmente. A passagem mais barata de Santiago para Florianópolis, conforme pesquisa através do Google Voos, foi para o dia 3 de dezembro, pela Sky Airline, com o custo de R$ 752 (visto às 19h do dia 6/11).

Veja também: Santa Catarina espera mais turistas do Chile nesta temporada de verão 

Na segunda-feira (5) a estreia dos voos de baixo custo foi no trajeto de Santiago do Chile ao Rio de Janeiro,  com pouso no Galeão. Na ocasião, o ministro dos Transportes Valter Casimiro concedeu entrevista coletiva junto ao CEO da empresa responsável pelo voo, a mesma que faz a rota a Florianópolis. Em 3 de dezembro começam os voos da rota Santiago-São Paulo. 

O ministro afirmou que esta modalidade de empresa aérea se tornou possível com a flexibilização da legislação relacionada à aviação civil. As mudanças permitiram, entre outros pontos, a cobrança pelo despacho de bagagens. 

De acordo com o G1, Casimiro adiantou na coletiva que a Câmara dos Deputados deve votar nesta quarta-feira (7) um Projeto de Lei para permitir mais que 20% de capital estrangeiro nas companhia aéreas do país. 

Outras companhias aéreas de baixo custo – que se caracterizam por não oferecer alimentação ou serviços durante a viagem, além de ter espaço reduzido para cada passageiro – já têm entrada na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para poderem operar voos. Uma delas é a Norwegian, a terceira maior companhia low cost europeia. 

Concorrência deve reduzir preço de passagens 

Avião da Sky airline pousa em Florianópolis
Foto: Floripa Spotter / Divulgação

O CEO da companhia chilena SKY Airline, Holger Paulmann, falou na entrevista coletiva no Rio de Janeiro que em outras experiências, a entrada dos voos de baixo custo fizeram aumentar o tráfego de passageiros e os preços cairem em média 30%.

– É uma tendência que a concorrência faça o mercado reajustar suas tarifas – disse o CEO.

Temporada de verão movimentada nos aeroportos catarinenses

No auge da temporada de verão, em janeiro, o aeroporto de Florianópolis vai receber, por dia, nove voos da Argentina e três voos da capital chilena. Do Uruguai, serão cinco viagens por semana. Em Navegantes, serão mais três voos semanais na rota para Buenos Aires, além dos três que começaram a operar na última temporada. O trajeto Navegantes-Foz do Iguaçu (PR) vai ser iniciado neste verão com três viagens por semana. 

Caderno Nós: As tendências do verão: o que deve ser sucesso nas areias de SC 

Veja mais: 

Número de voos no Aeroporto de Florianópolis pode aumentar até 4% neste verão

Quais os gargalos da infraestrutura de SC que mais preocupam para este verão  

 Veja também
 
 Comente essa história