MP recebe mais de 300 mensagens em canais de denúncias contra médium João de Deus Pedro Ladeira/AFP

Foto: Pedro Ladeira / AFP

O Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) informou que a força-tarefa que apura acusações de abuso sexual feitas contra João de Deus já recebeu 330 mensagens e contatos por telefone desde a segunda-feira (10).

Pessoas de 12 Estados, inclusive Santa Catarina —além de Goiás, Distrito Federal, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro, Pernambuco, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul e Pará — entraram em contato com a promotoria.

A força-tarefa foi instituída pelo procurador-geral de Justiça de Goiás, Benedito Torres Neto, e é formada por cinco promotores e duas psicólogas da equipe do MP.

Na quarta-feira, o MP de Goiás pediu a prisão do médium. A Justiça ainda não decidiu sore o caso.

Como entrar em contato

O MP de Goiás está recebendo mensagens pelo e-maildenuncias@mpgo.mp.br. 

Leia mais

Pela 1ª vez após denúncias de abuso, João de Deus visita casa onde atende em Goiás 

Delegada afirma que João de Deus é investigado desde 2008


 

 Veja também
 
 Comente essa história