Democratas e republicanos alcançaram um acordo de princípio para evitar uma nova paralisação do governo dos Estados Unidos no final desta semana, anunciaram os senadores, o que inclui 1,375 bilhão de dólares para construir um muro na fronteira com o México.

"Alcançamos um acordo de princípio sobre segurança interna, entre outros", disse o senador republicano Richard Shelby à imprensa.

Fontes do Congresso afirmaram à AFP que o acordo inclui a quantia de US$ 1,375 bilhão para financiar um muro na fronteira com o México, uma promessa chave da campanha do presidente Donald Trump, que exigia 5,7 bilhões de dólares para a construção.

O valor acordado poderia financiar 89 km de muro na área do vale do Rio Grande, sul do Texas, segundo as mesmas fontes.

O acordo ainda precisa obter a aprovação da Casa Branca.

Os democratas e Trump travam uma batalha há semanas ante a recusa da oposição a financiar o muro.

O impasse provocou a paralisação parcial do governo federal durante mais de um mês, até 25 de janeiro, quando o presidente promulgou uma lei para dar aos congressistas três semanas para concluir um acordo, sob risco de um novo 'shutdown'.

No momento do anúncio do acordo, Trump participava em um evento similar a um ato de campanha eleitoral na cidade fronteiriça de El Paso, no Texas, local em que existe uma cerca que, segundo o presidente, evitou a entrada descontrolada de criminosos do México.

* AFP

 Veja também
 
 Comente essa história