O secretário de Estado americano, Mike Pompeo, prometeu nesta segunda-feira que os Estados Unidos continuarão lutando contra o "terrorismo radical islâmico" depois dos devastadores ataques suicidas no domingo de Páscoa no Sri Lanka, que deixaram pelo menos 290 mortos.

"O terrorismo radical islâmico continua a ser uma ameaça, e continuamos a realizar um trabalho real contra esses seres humanos perversos", disse Pompeo a repórteres.

"Esta também é uma luta dos Estados Unidos", afirmou o secretário de Estado, acrescentando que havia falado por telefone com o primeiro-ministro do Sri Lanka, Ranil Wickremesinghe.

Perguntado se a ameaça revelava que o Estado Islâmico ainda representa riscos, Pompeo respondeu que os Estados Unidos tinham destruído com sucesso o califado do grupo jihadista na Síria, mas que devem "permanecer ativos e vigilantes" em todo o mundo.

"Infelizmente, esta malignidade existe no mundo", disse ele.

sct/ft/yow/mr

* AFP

 Veja também
 
 Comente essa história