A polícia do Sri Lanka encontrou nesta segunda-feira 87 detonadores em uma estação de ônibus da capital, Colombo, um dia depois dos atentados suicidas que deixaram 290 mortos no país.

"Encontramos 87 detonadores na estação de ônibus Bastian Mawatha de Pettah", um bairro da capital cingalesa que fica no meio do caminho entre os hotéis e a igreja onde no domingo foram registradas explosões, indicou a polícia em um comunicado.

Doze detonadores estavam no chão e os outros 75 em uma lata de lixo próxima.

"Nenhum suspeito foi detido. A polícia de Pettah continua sua investigação", completa o texto, em referência ao bairro da capital no qual foram encontrados os detonadores.

O Sri Lanka decretou nesta segunda-feira a entrada em vigor de estado de emergência a partir de meia-noite (15H30 de Brasília) em nome da segurança pública e um dia de luto nacional para terça-feira.

Em um intervalo de poucas horas no domingo, várias bombas espalharam morte e desolação em hotéis de luxo e igrejas católicos que celebravam a Páscoa em vários pontos do país. As forças de segurança prenderam 24 pessoas.

As autoridades atribuem os atentados suicidas ao grupo islamita local National Thowheeth Jama'ath (NTJ), que até o momento não reivindicou os ataques.

* AFP

 Veja também
 
 Comente essa história