O presidente chinês, Xi Jinping, prometeu nesta sexta-feira acabar com as subvenções "que alteram a (livre) concorrência", em resposta à exigência dos Estados Unidos, que acusa Pequim de apoiar de forma abusiva suas empresas estatais.

Durante discurso em Pequim por ocasião da cúpula dedicada a seu projeto de grandes infraestruturas conhecido como Novas Rotas da Seda, Xi prometeu ainda aumentar as importações chinesas, manter a taxa de câmbio do iuane e proibir as transferências de tecnologia impostas às empresas estrangeiras que operam na China.

Xi Jinping também se posicionou a favor de projetos "transparentes" e "viáveis" para os orçamentos dos países que participam das Novas Rotas da Seda, e prometeu "tolerância zero" com a corrupção.

O enorme projeto de infraestruturas através de Ásia, Europa e África é apontado por muitos como uma "armadilha de dívida" para os países destinatários de investimentos chineses.

* AFP

 Veja também
 
 Comente essa história