A intensificação das sanções contra o petróleo iraniano "não ficará sem resposta" - advertiu nesta quarta-feira (24) o líder supremo do Irã, Ali Khamenei.

O governo dos Estados Unidos "deve saber que sua medida hostil não ficará sem resposta. A nação iraniana não permanecerá de braços cruzados diante da animosidade", afirma uma mensagem na conta do Twitter em inglês de Khamenei, que não explica de que maneira poderia acontecer a "resposta".

"Os esforços dos Estados Unidos para boicotar as vendas de petróleo do Irão não os levarão a lugar algum. Exportaremos nosso petróleo tanto quanto for necessário e tanto quanto quisermos", acrescentou.

A política americana de "pressão máxima" contra o Irã superou uma nova etapa na segunda-feira, com o anúncio de Washington de suprimir, a partir de 2 de maio as disposições que permitiam a oito países, entre eles a China, importar petróleo iraniano sem serem sancionados pelos Estados Unidos.

* AFP

 Veja também
 
 Comente essa história